30/07/2014

Matrimônio e (mais) filtros vintage no vídeo “Ultraviolence” da Lana Del Rey



Pelo visto, o mundo de Lana Del Rey é divido em matizes de Kelvin, Nashville, Toaster, Earlybird, X-Pro, Hudson, Valencia...

Ela lançou hoje mais um vídeo, para faixa homônima do disco Ultraviolence, que também tem "West Coast" e "Shades of Cool", e como elas e tantos outros exemplos em sua videografia, aposta novamente numa fotografia de aspecto retrô.

Dessa vez, Lana aparece vestida de noiva, como se fosse filmada pelo noivo (com direito a lambida nos dedos e tudo), durante seu casamento. Assista abaixo:



Aos que, como nós, esperavam algo mais elaborado: calma. É que desde que Nabil, o diretor por traz de "Hunger of the Pine" do Alt-J, "Mercy" do Kanye West e "Late Night" do Foals, postou nas redes sociais uma foto com a cantora, especula-se que ele comandaria o clipe. E este realmente não tem a cara dele.

Segundo o site Lana Del Rey Addiction, a produção lançada hoje pela Noisey, foi gravada por um iPhone (conforme a descrição no Youtube) na província italiana de Portofino, sob o comando de Francesco Carrozzini. Em outras palavras: há a possibilidade de um outro clipe vindo por aí.
quedelicianegente.com

Festa, danças, fanfarra e network no novo clipe da Janelle Monáe, “Electric Lady”



Apostar no network é sempre uma boa forma de divulgar um clipe, afinal, colocar participações especiais de outros artistas em seus trabalhos garante que, no mínimo, os fãs deles também confiram. Jenny Lewis e Paul McCartney já experimentaram da estratégia, que ganhou hoje uma nova adepta: Janelle Monáe.

Pois é, a cantora, que estava se dedicando à turnê e tinha dado uma pausa na divulgação de seu mais recente disco - tirando sua versão de "Heroes" do David Bowie - cujo o último single foi "PrimeTime", lançou hoje o vídeo da faixa-título.

A produção traz a como anfitriã de uma festa regada a soul, danças, fanfarra e, lógico, diversos convidados famosos - como as cantoras Esperanza Spalding, Estelle, Kimbra, Monica, T-Boz (do TLC) e o rapper T.I. - presentes no local ou virtualmente.


quedelicianegente.com

Estreias da semana com o aguardadíssimo “Guardiões da Galáxia” e um pouco mais



Aquela sinceridade comum: só tem três lançamentos essa semana e a gente tá gastando todas nossas fichas na versão 3D de Guardiões da Galáxia. Mas pra quem é mais tupiniquim também tem opções.

Guardiões da Galáxia (Guardians of the Galaxy, James Gunn)
Peter Quill (Chris Pratt) rouba um artefato de Ronan (Lee Pace) e começa a ser procurado por caçadores de recompensa. Daí, ele se une a quatro foras da lei - a árvore humanoide Groot (Vin Diesel), o guaxinim antorpomórfico Rocket Racoon (Bradley Cooper), Gamora (Zoë Saldana) e Drax, o Destruidor (Dave Bautista) - para escapar do perigo. Porém, Peter acaba descobrindo que o artefato tem um imenso poder e o grupo terá que protegê-lo para salvar a galáxia.



Curiosidades:
- Dave Bautista chorou quando recebeu a notícia de que interpretaria Drax, o Destruidor;
- Joel Edgerton, Jensen Ackles, Lee Pace, Cam Gigandet, Garret Hedlund, James Marsden e Aaron Paul foram alguns que tentaram o papel de Peter Quill/Star Lord;
- James Gunn achou a audição de Chris Pratt tão boa que queria oferecer a ele o papel mesmo que o moço não entrasse em forma a tempo. Pratt pediu seis meses para emagrecer 23 kg e acabou emagrecendo 27 kg, muito bem, obrigado.

Também estreiam:
Hélio Oiticica (Cesar Oiticica Filho)
O Homem das Multidões (Marcelo Gomes e Cao Guimarães)
quedelicianegente.com

Muitos conceitos e efeitos especiais em “Chains”, clipe do single solo de Nick Jonas



Depois de lançar, na semana passada, "Chains", seu primeiro single solo após os trabalhos com os Jonas Brothers e a banda Nick Jonas and the Administration, Nick Jonas já disponibilizou o clipe hoje.

A música é uma grata surpresa, mostrando maturidade ao flertar em sonoridades r&b e eletrônica. O clipe... Bem, digamos que ele é bem-intencionado e teria potencial de ser tão incrível quanto à faixa, mas não é.

Explorando diversos conceitos, que ilustram de maneira metafórica a letra, dos quais é impossível não pensar em referências de outros vídeos (como "TKO", "No Church In The Wild" e "Iron", por exemplo), a produção se perde na edição e efeitos especiais não tão bons. O que não chega a torná-lo ruim, just ok.

Mas vamos ver pelo lado bom: bíceps, bíceps e mais bíceps.


quedelicianegente.com

Gwen Stefani, muita pancadaria, sangue e piadas no test footage de “Deadpool”!



Para tudo que a gente quer descer agora! Caiu ~na net~ o test footage de Deadpool, um filme que não viu a luz do dia, mas deveria.

Deadpool é um dos personagens mais legais da Marvel. O anti-herói, inclusive, até apareceu em X-Men Origens: Wolverine, interpretado por Ryan Reynolds. Ok que no longa houveram muitas dificuldades na abordagem do personagem, mas neste tudo é maravilhoso.

O vídeo começa com o rapaz cantando "Hollaback Girl", de Gwen Stefani. Daí ele pula para um carro e e deslancha muita pancadaria. O personagem se aproxima muito daquele das HQs, com seu sarcasmo, suas piadas politicamente incorretas e com sua facilidade de quebrar a quarta parede. Assista:



Na Comic-Con do ano passado, o criador de Deadpool chegou a contar em uma de suas exibições sobre um vídeo que havia visto acerca de um possível filme do personagem. Ele descreveu um vídeo de oito minutos que bate com o que vemos acima. Então, sim, provavelmente há mais seis minutos perdidos que precisamos ver! Além disso, o diretor Tim Miller, que supostamente dirigia o longa, é co-fundador da Blur Studios, uma empresa de efeitos visuais. Ou seja, o test footage poderia muito bem ser trabalho dele.

E, pronto, agora não tem mais volta, necessitamos desse filme para agora. No mais tardar até amanhã. Obrigado.
quedelicianegente.com