21/09/2008

Tudo o que você precisa saber sobre o “Que Delícia, Né Gente?!”, seu autor e equipe!





O Que Delícia, Né Gente?!, ou simplesmente QDNG, foi criado em 2008, por três universitários que queriam compartilhar, entre si, tosqueiras e piadas internas (aliás, o nome é uma).

Aos poucos foi crescendo e se transformando, e hoje é um dos principais blogs de cultura pop do país, abordando assuntos variados, como música, cinema, TV, séries, games, HQs, moda, design, publicidade e, claro, fofocas, de um jeitinho crítico, ácido, bem humorado e delicioso!




Édipo Barreto tem 25 anos, é leonino (porém modesto) e super nerd. Formado em Publicidade e Propaganda pela PUC-Campinas, trabalha como diretor de arte. APAIXONADO por Harry Potter, tem até uma tatuagem (que todos perguntam o que significa) pra provar. Sempre na correria, tenta administrar este blog (e enchê-lo de assuntos que adora, como música e cinema) entre respiradas ocasionais.
Facebook / Instagram / Last.fm




Fábio Cardoso é um paulista de 28 anos, formado em Publicidade e Propaganda pela ECA-USP e em Design de Publicidade na Escola Panamericana de Artes, é diretor de arte, capricorniano, geek, DJ, mashuper e cantor de banheiro. Ama música (do piano à pickup)
ficção científica, mangá e animes.
Facebook / Twitter / Soundcloud / Last.fm


Fábio Coelho tem 18 anos e sérios problemas em tomar decisões. Tanto, que estuda Comunicação Social (geralzona mesmo, sem nenhuma especialização), pois não conseguiu se decidir com o que quer trabalhar. Vai ver é pela confusão mental do seu gosto musical, que vai do samba ao indie sueco. Também é viciado em livros, música, chocolate, Coca Light e café. Forte e sem açúcar, por favor.
Facebook / Twitter / Instagram / Last.fm

Leandro Fonseca tem 21 anos, é canceriano e está cursando Publicidade e Propaganda na UFRN. Mora em Natal, adora design, clipes, livros, música e cinema. Ah, também adora fingir que
entende desses temas...
Facebook / Twitter / Tumblr



Mauro Sérgio Lima é mineiro, uma criança dos anos 90, curioso (na maior abrangência da palavra) e cursa Publicidade na UFMG. Não consegue ficar sem cantar por dez minutos, assistir quatro seriados por dia, ver um filme por semana e ler um livro por mês. Ama todo e qualquer beijo na bochecha e em outros lugares. Um de seus maiores medos é se tonar um espectador médio em qualquer aspecto da vida.
Facebook / Twitter / Last.fm

Pedro Hijo, jornalista, baiano de Salvador, divide seu tempo entre pegar no bumbum e pegar no compasso. Gosta de coisas simples e ama complicar cada uma delas. Curioso, criativo e engraçadinho acha que vida boa mesmo é passar o dia todo ouvindo música, deitado na cama, comendo amendoim japonês.
Facebook / Instagram
quedelicianegente.com