#PostResumão: Clipes que não comentamos (Parte 1)



Como perceberam, nos últimas dias o fluxo de posts foi bem fraco. Quando isso acontece, voltamos com a corda toda, querendo contar tudo o que rolou na nossa pseudo-ausência. E isso será feito, literalmente! Esse é o primeiro, de três posts, falando dos clipes recém-lançados. E ainda teremos outros, de outros assuntos.
Overdose de cultura pop, melben! Mas como isso é um post e não um Harry Potter e a Ordem da Fênix, de alguns clipes falaremos mais profundamente (ui!) e de outros rapidinho, beleza? Simbora!

#1 Beyoncé - Party: "Party" é o SEXTO clipe de uma música extraídas do disco 4 (lançado em junho). Saiu com um intervalo curtíssimo de "Love On Top", que por sua vez, foi lançado poucos dias depois de "Countdown", e assim sucessivamente.
Beyoncé é mestra em fazer clipes simples e arrasar mesmo assim? É. Os clipes do 4 são legais? São. Mas o contexto de prezar a quantidade não me agrada. No caso temos um vídeo que, se não fosse pelos convidados e figurino old but gold (tipo as orelhinhas de coelho Louis Vuitton), seria chato, chato.



#2 Girls' Generation - The Boys: Atendendo a uns cinco milhares de pedidos, falemos de "The Boys", primeiro single totalmente em inglês da girlband coreana Girls' Generation (ou SNSD, ou Soshi, ou... Enfim, tem tantos nomes quanto integrantes, rs). Elas assinaram com a Universal, e trabalharam com o famoso produtor Teddy Riley nesta música, a fim de alcançar, de mansinho, o almejado sucesso no ocidente.
Clipes de k-pop tem sempre a mesma cerne: Cenários tecnológicos e minimalistas, ótimos figurinos, ÓTIMAS edições e coreografias minuciosamente ensaiadas. Então a diferença está em você gostar ou não. No caso, AMEI. Que elas, 2NE1 e outras fofas de olhinhos puxados invadam logo nossos continentes!



3# Duck Sauce - Big Bad Wolf: O duo eletrônico, formado por A-Trak e Armand Van Helden, responsáveis pelo megahit "Barbra Streisand", lançou o clipe mais comentado da semana e, sem dúvida, o mais BIZARRO do ano, para "Big Bad Wolf". Dirigido por Keith Schofield, o vídeo mostra a dupla encarnando o papel de pênis de dois caras... Literalmente! Eles até cuspiram água e um líquido branco pra simular a urina e esperma dos personagens, nas situações presente no roteiro engraçado, bizarro, polêmico e genial.



#4 Olly Murs - Dance With Me Tonight: Vice no X-Factor 2009, Olly Murs consegue ser anos-luz mais interessante que o primeiro colocado, Joe McElderry (que eu também gosto, confesso). O cantor está se preparando para o lançamento de seu segundo CD, In Case You Didn't Know, que sai no finalzinho de novembro, e para isso lançou o clipe do segundo single, "Dance With Me Tonight".
No vídeo, pra lá de fofo e divertido, Olly promove uma serenata de amor para loira aguada namorada, mas acaba se dando mal... Vem fazer serenata na minha janela, que não terá esses problemas (porque te trarei pra dentro rapidinho, SEU LINDO!).



#5 Will Young - Come On: Outro cantor britânico que também lançou um clipe fofo e divertido esses dias foi o fabuloso Will Young. Trata-se da faixa "Come On", segundo single extraído de seu quinto disco de estúdio, Echoes, lançado em agosto.
E assim como no vídeo do primeiro, "Jealousy" (e em tantos outros), Young volta a explorar uma temática inusitada para contar sua história. O resultado não é menos que ótimo.



#6 Oh My! - Dirty Dancer (feat. Scru Fizzer): Quem é lindo e descolado (porque nos lê) já conhece Oh My! (falamos aqui e aqui), duo pop formado por Alex e Jade, certo? Pois bem, elas lançaram o clipe de seu primeiro single oficial, de fato, "Dirty Dancing" (que sai no próximo dia 7), com a participação do rapper Scru Fizzer. Como o nome e letra sugerem, o vídeo é uma homenagem aos anos 80, citando o clássico Dirty Dancing e o ator Patrick Swayze. A gente vive um revival dessa época há um bom tempo, mas nunca, como atualmente, o pessoal abraçou tanto o que há de mais brega dela, né? Banda Uó e essa onda neo-tropicalista lambadesca que o digam...
Enquanto isso, a música soa bastante atual, com arranjos meio progressivos e refrão frenético e dançante. O debut está previsto para o ano que vem. Vamos acompanhar.





#7 Jessie and The Toy Boys - Let's Get Naughty: Pra entender fácil "Let's Get Naughty", basta usar uma equação de três clipes pop contemporâneos: "LoveGame" da Lady Gaga, "S&M"da Rihanna e qualquer um da Natalia Kills. Assim é o vídeo novo de Jessie And The Toy Boys, projeto musical de Jessie Malakouti e seus "manequins", que se tornou bastante conhecido atualmente, por abrir os shows da turnê da Britney Spears. Mais uma coisa: Pra quê a pochete, Jessie?



#8 Nicole Scherzinger - Try With Me: Mesmo não sendo o ideal, não dá pra dizer que 2011 esteja sendo ruim para Nicole Scherzinger. A fofa vem fazendo um relativo sucesso com o seu álbum solo, Killer Love, tanto, que irá relançá-lo. E para a divulgação, o novo single escolhido foi "Try With Me". O vídeo, gravado em ruínas mexicanas, embora clichê (no que diz respeito a ficar se enroscando nas paredes "siquerendo") é, de longe, o mais legal (e/ou mais bonito) dessa nova fase de sua carreira.
Lady Gaga está chorando petróleo por não ter pensado antes num piano cheio de musgos.



#9 Jessica 6 - Prisoner of Love: Quem também lançou clipe foi a prima ryca e transex de Candy Mel da Banda Uó, Nomi Ruiz, ou Jessica 6, projeto musical que encabeça. Por falar em Uó, o vídeo, dirigido por Marco Ovando (com stylist de ninguém menos que Nicola Formichetti), lembra bastante "Rosa", todo vintage, cheio de projeções coloridas e sobreposições de imagens.
"Prisoner Of Love", saída do disco de estreia da banda, See The Light, conta ainda com a participação de Antony Hegarty, que já trabalhou com o pessoal quando eram do Hercules & Love Affair, banda do meu ruivo gostosão favorito, o DJ e produtor Andy Butler.



#10 Katy B - Movement: É o vírus Beyoncé? É a maldição das "Katies"? Não sei, mas acontece que Katy B fez a Katy Perry e lançou o sexto single de seu álbum de estreia, On a Mission, a música "Movement". AMO de paixão essa ruivinha, mas se fosse pra lançar um clipe tão BORING assim, não precisava.
Dirigido por James Copeman e gravado em Ibiza, o vídeo mostra, basicamente, Katy casamiga curtindo o verão do local (bem à la "começo do filme Mama Mia", saca?).



#11 Ed Sheeran - Lego House: Se o clipe do Duck Sauce foi o mais comentado dos últimos dias, este foi o segundo. Deste lado do Atlântico o assunto bombou, principalmente, por causa do ator contratado para protagonizá-lo: Rupert Grint, intérprete do nosso querido Rony da finalizada saga Harry Potter (~olhos enchem de lágrimas~). Isso porque Rup (sou fã de HP há 10 anos, posso chamá-lo assim, tá?) se parece com o cantor. Mas nada muito exagerado, com estão falando. Digamos que Sheeran é um filho renegado da Família Weasley... Aliás, lembra BEM MAIS o Patrick Stump em sua fase atual de magrelo.
Enfim, inicialmente parece que a graça do vídeo está apenas nessa substituição de papéis. Mas no decorrer, percebe-se que há toda uma trama (contada de maneira não linear), onde Rupert é um fã obcecado. Muuuito foda!



#12 Ellie Goulding - Music Runs Ellie: Pra fechar este post, que teve como foco o pop, vamos falar de um vídeo que não é propriamente um clipe, mas pode ser considerado como. Na verdade, é mais um comercial (aos moldes, e alias até lembra um pouco, daquele da Gaga para o Chrome) da Nike, em parceria com a cantora britânica Ellie Goulding. Não é de hoje que marcas esportivas investem pesado nesse tipo de ação, associando-se à música. Um exemplo atual é a trupe (de Justice à Katy Perry) na campanha 'Is All In' da Adidas.
O vídeo é embalado por uma versão remixada de "Under the Sheets" e serve para promover a linha de tênis de corrida da marca, que possuem chips sincronizados com um aplicativo/rede social de smartphones, para corredores amadores (ou não).


_