12/11/12

Resumão: Saiba tudo o que rolou no Europe Music Awards 2012!



Enquanto Lady Gaga se apresentava em São Paulo, fazendo com que seus fãs virassem meme na internet, rolou ontem (dia 11) em Frankfurt, Alemanha, mais uma edição do Europe Music Awards, versão - por assim dizer - mais "globalizada" que do VMA, promovido pela MTV europeia.
Apresentada pela ex-modelo e apresentadora Heidi Klum (ano passado foi por Selena Gomezzz), o evento consagrou - merecidamente ou não - vários nomes atuais da música pop. Como já é costume aqui no blog quando o assunto é premiação, vamos aquele post resumão (rima não proposital, juro).



O tapete vermelho não teve nada de surpreendente (afinal ninguém chegou num ovo, ou algo parecido). Entre os presentes, destacaria: Rita Ora e Taylor Swift, que praticamente protagonizaram um conto de fadas, com Rita sendo a madrasta má e Sulfite sendo a princesinha; O Curioso Caso de Gwen Stefani Button; Piriguetismos nos longo-curtos de Kim Kardashian e ex do meu homem Anne V.; Lana Del Rey foi de Narcisa Malfoy; e, claro, a apresentadora, achando que ainda estava em sua famosa festa anual de Halloween, foi vestida de Paris Hilton MTV Movie Awards 2003. Confira alguns looks:

_ _ _

_ _ _

_ _ _

_ _ _





#1 Rita Ora: Ao invés de "Shine Ya Light", seu single mais recente, Rita Ora preferiu performar a já consolidada no Reino Unido "R.I.P.", toda vermelha e pirotécnica. Rolou - não tem como não lembrar - até ~homenagem~ à "Umbrella" da Riri.



#2 Fun.: O pessoal do Fun. fez uma performance intimista do mega-hit "We Are Young" (podiam ter trazido a Janelle, né?), num palco cheio de manequins em poses estranhas simulando o slow motion do clipe.



#3 Carly Rae Jepsen: Falando em hits, a canadense Carly Rae Jepsen performou "Call Me Maybe" toda veranesca e alegrinha.





#4 Alicia Keys: Alicia Keys fez um medley de "New Day" e "Girl On Fire", carro-chefe de seu novo e homônimo álbum, cheio de danças. A cantora também protagonizou um outro momento da premiação, onde apresentou uma homenagem à Whitney Houston, falecida no começo do ano.



#5 No Doubt: Gwen e sua trupe trouxeram aos palcos do evento "Looking Hot", single do disco Push and Shove, que foi alvo de polêmicas recentemente, por causa de seu clipe. Simples, mas ótima apresentação.





#6 The Killers: Talvez a melhor apresentação da noite, o The Killers tocou envolto de painéis-telões pseudo-transparentes, dotando-a de um visual meio 3D. Claramente quiseram fazer uma versão 2.0 da ótima performance da banda na edição de 2008 do prêmio, misturando com a temática estradeira do clipe da música, "Runaways".



#7 Muse: A outra parte da 'cota Rock' ficou por conta dos britânicos do Muse, que apresentaram a ótima "Madness" cheios de lasers e parafernálias eletrônicas (até óculos com telinhas).



#8 Pitbull: Pausa pra ir pegar algum petisco na geladeira...





#9 PSY: Saindo dos bastidores, o coreano PSY performou o hit "Gangnam Style" com playback, danças e vários "PSYs" no palco.



#10 Taylor Swift: O evento, que teve uma temática/identidade visual meio circense, meio steampunk, foi concluído com Taylor Swift - a grande ganhadora da noite - cantando a fofa "We Are Never Ever Getting Back Together", vestida de Xuxa mágica.







Numa premiação onde os prêmios são decididos por votação popular, óbvio, ganham aqueles artistas que têm mais fãs desocupados.
Entre os destaques, Taylor Swift que, se não nas categorias certas, mereceu vários prêmios por estar num ótimo momento; Lana Del Rey, que ganhou na categoria de "Melhor Artista Alternativo"; e Han Geng, o chinês que ganhou na categoria de "Melhor Artista Global" - mesma categoria que o Restart estava concorrendo, hahaha - que estou destacando pelo plágio DESCARADO de "Iron" do Woodkid nesse clipe. Confira todos os ganhadores:

Melhor Música: Call Me Maybe - Carly Rae
Melhor Clipe: Gangnam Style - PSY
Melhor Artista Feminina: Taylor Swift
Melhor Artista Masculino: Justin Bieber
Melhor Artista Pop: Justin Bieber
Melhor Artista de Rock: Linkin Park
Melhor Artista de Hip-Hop: Nicki Minaj
Melhor Artista de Música Eletrônica: David Guetta
Melhor Artista Alternativo: Lana Del Rey
Melhor Artista Ao Vivo: Taylor Swift
Melhor Artista 'Push': Carly Rae Jepsen
Melhor Artista Global: Han Geng
Melhor 'World Stage': Justin Bieber
Melhor Visual: Taylor Swift
Maiores Fãs: One Direction
Ícone Global: Whitney Houston
Artista Revelação: One Direction



Pra quem curte design, confira abaixo, na íntegra, a vinheta bacanuda da premiação, criada pela agência alemã Sehsucht:

www.quedelicianegente.com

7 comentários :

  1. Não é mania de perseguição quando se olha os 576457687546 posts anteriores, com o mesmo conteúdo chamando a Taylor e Caipira e Sem Sal. Pvf. "Get a life" is so last season.


    Gosto muito do Blog, mas falta um pouco de respeito e reconhecimento aos artistas que fazem seu trabalho bem feito. E aprendam a receber Feedbacks.

    ResponderExcluir
  2. Melhores fãs era aberta e dava para saber quem estava ganhando, e era a Gaga em segundo o Justin e em terceiro o 1D. Essas premiações da MTV são sempre uma palhaçada. Dão o premio para quem para eles melhore convém.

    ResponderExcluir
  3. Somos um blog, não um portal de notícias. Não temos que ser e não vamos ser imparciais. E eu acho que vc não andou lendo o blog recentemente, onde, entre outras coisas, super elogiamos o Red. Não é pq chamamos a cantora de "sem sal", "sulfite" ou algo do tipo, que não gostamos dela (aliás, isso lá são xingamentos ). Ela não é o único alvo de piadas daqui, afinal nossa linguagem é humorística, há vários outros artistas que são, e vc não se mostra incomodado com isso. Cresça e tenha um pouquinho mais de senso de humor.

    ResponderExcluir
  4. Falar bem do RED é tipo uma oferta de paz? Pfv, e eu não sou o único que me incomodo com a "Perseguição Sulfite" aqui. Sobre eu crescer um pouco, bem não sou eu que tenho um blog para xingar as cantoras na web. Sendo de humor, tenho o bastante, mas as brincadeiras que beiram a falta de respeito devem ser olhadas de forma distinta - principalmente quando a chamam de "caipira". Digo e repito, aprendam a receber um feedback ou responder um (ex) leitor de forma mais honrosa.

    ResponderExcluir
  5. Como fã veterano de k-pop, fico muito orgulhoso da vitória dupla no EMA desse ano. São vitórias que para a grande maioria estão passando desapercebidas, mas que para os k-poppers significam uma sensação de dever cumprido. Gangnam Style não é simplesmente o maior hit do ano por mero acaso, mas sim porque fomos nós meses atrás que enxergamos o potencial da música e do MV e indicamos para os nossos amigos, que indicaram para outros e assim sucessivamente até que inesperadamente já estava batendo records pelo mundo todo.

    A vitoria do Hangeng é ainda mais significativa para nós que acompanhamos de perto sua trajetória desde quando era um adolescente que mal conseguia se expressar em coreano no início da carreira. E sim, para os desavisados, ele não surgiu do nada, ele é simplesmente um dos integrantes do Super Junior, que com certeza vocês já devem ter ouvido falar por ai...

    Mas enfim, a vitória do Hangeng foi uma vitória dos K-Poppers dentro do K-Pop antes de ser uma vitória internacional. Hangeng é o nosso principal representante quando se trata do preconceito que o k-pop sofre quando comparado ao pop considerado "normal"; Sabemos que o "china man" já foi considerado o estranho e lutou com todas as forças para mostrar o seu valor e potencial.

    Enfim, ano passado vencemos a mesma categoria com o Big Bang superando Britney Spears, fato que eu jamais imaginaria alguns anos atrás, mas só precisamos da oportunidade para mostrar a nossa força e dedicação. Sim, é disso que o K-pop e os K-Poppers precisam, apenas de oportunidades... Não temos a pretensão de parecermos os melhores, mas sim de mostrar que os nosso ídolos trabalham duro e têm talento suficiente para não serem discriminados e estarem presentes nessas premiações que até então, apenas contava com cantores do top 100 inglês ou americano.

    ResponderExcluir
  6. Last season é fã tomar as dores do seu ídolo. Que chatice! Ele até elogiou a Taylor. Bitch, please!

    ResponderExcluir