10/12/2012

A tosqueira tecnológica de Rita Ora no clipe “Radioactive”!



Depois das festanças descoladas de "Hot Right Now" e "How We Do (Party)", do carro cortado de "R.I.P." e das luzes de sua terra natal em "Shine Ya Light", Rita Ora acaba de lançar o clipe de "Radioactive", novo single de seu álbum de estreia, Ora.
Embora a música seja uma de minhas preferidas do CD (talvez por ter sido composta por Sia e Greg Kurstin, e produzida pelo segundo também), não gostei nada nada do clipe, dirigido pelo coletivo Syndrome (de "Go Hard (La.La.La)" da Kreayshawn). Nele temos Rita cantando e sensualizando em frente a vários cenários digitais, de chroma key propositalmente tosco. Achei brega. Achei too much information. Me passou exatamente a mesma sensação de quando vi "Kiss The Stars" da Pixie Lott (alias os vídeos são até parecidos).
Em síntese: A não ser que você seja um banda indie qualquer, quando for fazer um clipe com a temática "retrofuturista", é melhor ter grana pra bancar uma superprodução. Acho que uma coisa que incomoda bastante também é o formato excessivamente widescreen (oi "Diamonds"), que dificulta bastante a visualização. Seja como for, assista hot right now e dê sua opinião nos comentários!



Rita Ora também anunciou recentemente uma mini-turnê, com o mesmo nome da música, que passará por vários locais da Grã Bretanha em janeiro e fevereiro (maiores detalhes aqui), além de ter participado, anteontem (8/12) da final do The X-Factor.
www.quedelicianegente.com

Um comentário :