Meses depois de anunciado, Woodkid lança o clipe “The Golden Age”. E valeu a pena.



Esperamos há meses, desde que saiu um teaser no fim do ano passado, o lançamento de "The Golden Age", novo e último clipe extraído do álbum de estréia homônimo de Woodkid, projeto musical do diretor de videoclipes francês Yoann Lemoine ("Take Care" do Drake e Rihanna, "Born To Die" da Lana Del Rey, "Happy" do Pharrell, "La La La (Brazil 2014)"... OH WAIT!). E hoje, finalmente, podemos assisti-lo na íntegra e dizer: valeu a pena esperar.

Yoann mais uma vez nos brinda com uma produção espetacular, com mais de 10 minutos de duração, onde a faixa foi estendida com a inclusão da instrumental "Embers" do compositor Max Richter, que recebeu um "feat." no título do vídeo.

O músico descreve em sua página oficial do Facebook que tudo foi feito com câmeras analógicas e sem pós produção digital, algo completamente diferente dos anteriores, "Iron" (de 2011) e "Run Boy Run" (2012) e "I Love You" (2013), com efeitos minuciosamente criados no computador.

Também revela que se inspirou no trabalho do fotógrafo William Gedney, famoso por retratar o cotidiano muitas vezes miserável da vida rural norte-americana nos anos 60 e 70. O que fica bem claro na locação, figurinos, maquiagens e closes viscerais da película.

Por outro lado, como se eles fossem fantasias constituídas pela criança protagonista, vemos também várias sutis referências aos outros clipes, como num rápido take do rapaz passando a mão na nuca; o pântano que remete aos monstros de "Run Boy Run", também referenciado num castelo de latas; a correria em slow-motion de "Iron" no jogo de futebol; as paisagens de "I Love You", entre outros.


www.quedelicianegente.com