Ator de pornô gay Jarec Wentworth vai preso por extorquir empresário republicano



O ator de filmes de pornô gay Teofil Brank, conhecido pelo nome artístico Jarec Wentworth e por trabalhar em estúdios como Sean Cody, Randy Blue e Men.com, pode passar até dois anos no xadrez após chantagear um importante empresário.

Ambos teriam se conhecido em 2013, quando o tal empresário se mostrou interessado em investir na indústria do cinema adulto gay. Desde então, se envolveram numa relação de sexo por dinheiro, onde Wentworth também apresentava outros rapazes em troca de US$ 2.000 cada.

Segundo informa o LA Times, tudo se tornou insustentável quando o cara pediu US$ 500.000, o carro Audi e posteriormente acesso livre ao apartamento de luxo do seu amante para não revelar seu nome publicamente, levando-o a procurar pela polícia.

O jornal não revela de quem se trata, mas de acordo com o site The Smoking Gun, que teria consultado um dos coleguinhas do porn-star apresentados ao magnata, é Donald Burns, da empresa de comunicação MagicJack e que, vejam só, doador de verba para as campanhas de vários políticos... Republicanos. É o que Nárnia mais tem, né gente?

Já que não estamos fazendo nada mesmo, ficam aí algumas fotos (comportadas) do moço, a título de curiosidade:




quedelicianegente.com