“Mulher-Maravilha” perde diretora, mas “Capitã Marvel” ganha possíveis roteiristas



Dia triste para os fãs da DC. Dia feliz para os fãs da Marvel. E meio que neutro para quem, como nós, curte os dois universos.

Comecemos pelas notícias ruins. Michelle MacLaren, produtora, co-criadora e/ou diretora de episódios pontuais de aclamadas séries como Breaking Bad, The Walking Dead, Arquivo X, Game of Thrones e The Leftovers, abandonou a direção do filme solo da Mulher-Maravilha. Segundo comunicado oficial da Warner Bros., o estúdio alegou "diferenças criativas", enquanto promete anunciar um substituto em breve.

Estrelado por Gal Gadot e agendado para junho de 2017, o filme dará sequência direta à Batman e Superman: Alvorecer da Justiça (março de 2016), indireta à Esquadrão Suicida (agosto de 2016) e serve como prévia de A Liga da Justiça (novembro de 2017).

A notícia boa vem do super-heróis da Marvel. Segundo o The Hollywood Reporter, as contrações dos roteiristas de Capitã Marvel já estão quase certas. E o mais legal, visto que o filme tem uma protagonista feminina: são mulheres!

De acordo com os site, Nicole Perlman e Meg LeFauve, co-roteiristas de Guardiões da Galáxia e Divertida Mente respectivamente, devem escrever o roteiro do longa baseado na personagem criada pelos quadrinistas Gene Colan e Roy Thomas.

O filme, que entra na chamada "Fase 3" da complicada cronologia das adaptações dos quadrinhos da editora ainda não teve a intérprete da protagonista Carol Danvers divulgada, mas já está agendado para 1 de novembro de 2018.
quedelicianegente.com