Ouça “Ratchet”, o álbum completo de Shamir e veja o clipe da faixa “Darker”



Shamir é um daqueles artistas que, quando ouvimos, é paixão a primeira vista. O jovem não só possui uma voz linda e igualmente inusitada, como também faz questão de investir em sua androginia contra o binário de gênero.

Como perfeitamente descreveu Jamieson Cox no Pitchfork, "com um contratenor agudo entre Prince mascarado de Camille e a alma adolescente do jovem Michael Jackson, (Shamir) desmantela as expectativas mantidas para um vocalista baseadas em seu gênero, exigindo ao invés delas que o foco seja em sua ágil e vibrante performance".

Sobre o assunto, numa entrevista ao mesmo site, revelou que "Muitas pessoas não entendem e as vezes diziam 'Você consegue cantar. Pare! O que está fazendo?' E é engraçado ouvir elas dizerem que canto em falsete porque não é. Essa é a minha voz". No divertido o clipe "Call It Off", comentado aqui quando lançado no Youtube Awards, dá pra perceber que, de fato, sua voz é única e passeia entre a fluidez do masculino e feminino.

Seu primeiro EP, Northtown, foi lançado em junho de 2014 e, agora no dia 18 de maio, sai seu disco de estreia, intitulado Rachet. Mas já é possível ouvi-lo a íntegra, incluindo o single "On The Regular", que fez bastante sucesso nos pistas alternativas gringas.



O registro tem uma sonoridade deliciosa, com uma mistura de disco, funk e pitadas de pop enlaçado a um house old school. Destaque para a viciante e de letra bem engraçada "Make A Scene" e a batida super sexy de "Vegas". É difícil não dançar com a maioria das canções, no entanto, há algumas baladas, como a intensa "Darker", que inclusive ganhou clipe nesta semana.

O vídeo foi dirigido por Anthony Sylvester e mostra a melodia sentimental do cantor através da sequidão do deserto e contraposição de noite (em fortes tons roxos) e dia.


quedelicianegente.com