Willow Smith tá toda conceitual e alternê em seu novo videoclipe, “F Q-C #7”



Desde que surgiu no mundo da música em 2010, com as divertidas "21st Century Girl" e "Whip My Hair", já dava pra ver que Willow Smith tinha potencial. Porém, por uma série de fatores - como possivelmente lucros baixos da gravadora e sua pouca idade - contribuíram para que o seu então primeiro disco, Knees & Elbows, fosse adiado e depois engavetado de vez.

A menina foi crescendo fisicamente e musicalmente e lançando músicas aqui e acolá, disponibilizadas geralmente em seu Soundcloud, dentre as quais "5", se destaca pelo r'n'b contemporâneo digno que muitas cantoras adultas.

Mas devido à essa falta de gerenciamento e irregularidade dos lançamentos nenhum deles despertou muita a atenção do grande público. Mas quem sabe a maré mude um pouquinho com o seu novo single, "F Q-C #7" (acrônimo para "Frequência Nº 7"), onde mostra ter uma ótima voz para o soul em meio à batidas indie-pop, resultando em algo meio tUnE-yArDs.

A faixa foi inicialmente lançada via Tidal (sim, o serviço de streaming ainda existe) e agora recebeu um clipe dirigido pela própria Willow, onde aparece - ora em estúdio, ora num bosque - de cara pintada e roupas em cores primárias, tocando seu xilofone em frames sobrepostos. Tá conceitual, tá alternê.


quedelicianegente.com