Produtores de “Queer As Folk” comentam sobre um possível reboot da série



Durante a reunião do júri do ATX Television Festival, que ocorre do dia 4 de junho até hoje em Austin, EUA, os produtores da série canadense e estadunidense Queer As Folk, Ron Cowen e Daniel Lipman, revelaram que não descartam fazer um reboot da mesma!

Adaptado da versão original britânica, o seriado foi produzido pelo canal Showtime e Temple Street Productions e exibido de 2000 até 2005. No Brasil, recebeu o nome de Os Assumidos e foi transmitida pelo canal à cabo Cinemax. A produção, assim como a sucessora The L Word, foi um marco na luta dos direitos LGBTQ e retratava o cotidiano de gays e lésbicas.

Segundo o The Hollywood Reporter, Cowen e Lipman, que são parceiros na vida pessoal e profissional, comentaram durante o evento sobre a possibilidade de um revival - seguindo a moda atual que Três é Demais, Twin Peaks, Arquivo X e Heroes já aderiram - e obstáculos para que ele de fato aconteça. A reunião no festival coincidiu com o aniversário de uma década da quinta temporada de Queer as Folk.

Eles contam que adorariam ver o elenco original no contexto presente, no qual a comunidade LGBTQ cresceu exponencialmente e começa a ter seus direitos reconhecidos mundo afora, e de gostariam de ver como os atores interagiriam com a juventude. Renderia bons plots, né?

Seria ótimo ter Brian, Justin, Michael, Emmett, Ted, Lindsay, Melanie e Debbie de volta. Melhor ainda seria se os criadores se espelhassem em The L Word ou mais uma vez no britânico Russell T. Davies - que recentemente fez a aclamada Cucumber, Banana, Tofu - e explorassem as demais identidades e outros recortes, como bissexuais, transexuais, genderqueers, negros, latinos...

Na época já mostravam no seriado como é viver numa sociedade intolerante, e, embora tenhamos avançado em algumas questões, infelizmente a cerne do preconceito continua cheirando terrivelmente atual.
quedelicianegente.com

2 comentários :