O “fundo” do mar divônico do rapper queer Le1f no clipe de “Koi”



Depois de singles soltos e EPs, Le1f, que já apareceu por aqui com "Sup", "Boom" e "Wut", finalmente deve lançar este ano o seu álbum de estreia, chamado Riot Boi.

Para começar a sua divulgação, o rapper lançou hoje o clipe de "Koi" (que quer dizer "carpa"), dirigido por Simon Ward. No vídeo ele aparace acompanhado de dançarinos performáticos, numa praia e numa floresta cheias de intervenções visuais que remetem ao fundo do mar. Mas também há elementos como olhos e uma boca feita de paetês.

Junto a nomes como Rico Dalasam, Mykki Blanco, Shamir e Cazwell, Le1f, cujo nome de batismo é Khalif Diouf, faz parte do movimento - se é que podemos chamar assim - queer rap, que visa aproximar o hip-hop de temáticas LGBTQs.



P.S.: Utilizamos o termo queer na postagem em sua acepção anglófona, ou seja, como sinônimo de tudo que foge à heteronormatividade. Vale lembrar que no Brasil, a palavra geralmente é utilizada para se referir à uma identidade transgênera não-binária.
quedelicianegente.com