BBC divulga a lista de apostas musicais “Sound of 2017”. Conheça cada uma delas!



Como acontece todo ano desde 2003, a rede britânica BBC lançou o Sound of..., desta vez de 2017. A lista costuma ser bem certeira e, ano passado, nomeou Alessia Cara, NAO e Dua Lipa, três cantoras que tiveram grande destaque em 2016.

A listagem atual focou em artistas britânicos de hip-hop e R&B, mas não deixou de lado alguns nomes do rock e soul. Confira abaixo o vídeo dos indicados e, clicando em "leia mais", um pouco sobre cada um deles.



AJ Tracey é um rapper inglês com uma carreira bem recente, iniciada em 2015. Com três EPs, ele já foi citado por uma reportagem no The Guardian como um artista novato que merecia ser visto em um festival.



Anderson .Paak é um produtor, compositor e cantor estadunidense veterano. Parceiro de grandes nomes do hip-hop, como Dr. Dre e Knxwledge, ele utilizou pseudônimos em álbuns anteriores para só em 2014 lançar Venice com seu nome atual. Paak já lançou um documentário no qual explora sua infância conturbada e explica o uso do ponto em seu nome artístico.



O Cabbage é uma banda de post-punk de jovens de Manchester com letras de conteúdo extremamente controverso, politizado e satírico. Diferente de tudo o que você já viu, seus videoclipes tem um ar caseiro e tosco, deixando o espectador perplexo com a contradição da profundidade da poesia e a nojeira dos vídeos.



Dave, também conhecido como Santan Dave, é um rapper londrino que teve seu debut num canal de rap freestyle do YouTube em 2015 e explora os estilos rap clássico e grime.



Declan McKenna ficou conhecido por vencer a categoria de "Talento Emergente" na competição do Festival de Glastonbury em 2015 com a canção "Brazil". A música foi uma crítica direta à FIFA e à Copa de 2014, a corrupção política e rendeu ao artista uma entrevista para comentar sobre a relação do futebol com a pobreza.



Jorja Smith é uma jovem e talentosa cantora e compositora inglesa que muitas vezes é comparada a Alessia Cara. Porém, diferentemente de Cara, suas canções não são tão pessoais e possuem temática mais ampla e melodia R&B clássica.



A estadunidense Maggie Rogers encanta com seu folk eletrônico de letras românticas. O clipe de "Alaska" fez bastante sucesso tanto pela qualidade sonora quanto pelo vídeo em si.



Nadia Rose inova em uma nova onda de MCs femininas do Reino Unido com seu rap funk beat despojado e cheio de atitude.



Rag'N'Bone Man, nome artístico do inglês Rory Graham, tem canções deliciosas no estilo blues soul e começou a se aventurar no mundo da música com apenas 15 anos. Ele fez diversas colaborações desde então e neste ano finalmente lançou seu primeiro single solo, "Human".



A Ray Blk faz uma mistura de R&B com soul e tem como suas principais influências Lauryn Hill, Amy Winehouse e Lil Kim. Ganhou destaque com "My Hood", sua parceria com Stormzy.



RAYE faz uma mescla inusitada de R&B, electro e pop e é mais uma londrina da lista. Nos videoclipes de "I, U, Us" e "Shh" a cantora mostra toda sua atitude de popstar em ascensão.



Steflon Don traz o feminismo pro rap com a estética gangster e figurino glamoroso. Suas letras fazem críticas afiadas e ajudam a emponderar o público feminino mostrando mulheres poderosas.



Da mesma onda de Wolf Alice, Foals e White Lies, vem The Amazons, uma banda com um rock contagiante influenciado por Nirvana, Arcade Fire, Led Zappelin, Tame Impala e Bombay Bicycle Club.



The Japanese House é o projeto da inglesa Amber Bain. Com uma sonoridade synthpop, a artista é muito bem humorada, fã de Beyoncé e, apesar do nome, revelou nunca ter ido ao Japão.



Tom Grennan é um daqueles casos que emociona só com sua voz. Bem jovem, o britânico está ganhando o mundo com seu vozeirão ressoante, jeito cativante e seu soul sincero.



Quem vencer o Song of 2017 se juntará a nomes como Adele, Jessie J, 50 Cent, Ellie Goulding e Sam Smith. O resultado sai no dia 6 de janeiro.
quedelicianegente.com