Retrospectiva 2016 Pt. 1/6: a nossa lista dos 20 melhores videoclipes do ano!



O ano que está chegando ao fim pode não ter sido muito bom em diversos aspectos, mas, felizmente, foi ótimo para a cultura pop.

Conforme já tivemos em anos anteriores, dividimos os principais acontecimentos da música, cinema, TV e internet de 2016 em seis posts. No primeiro deles, abordaremos os 20 Melhores Videoclipes. No caso, resenhando os dez primeiros itens e citando os dez demais.

Os contemplados desta e das demais matérias que a sucederão foram escolhidos num acordo entre todos os membros da equipe do site.

Vale citar que, para ter uma lista mais ampla e justa, demos preferência para não repetir, quando possível, artistas e bandas em mais de uma categoria. Então calma, se aquele de quem você é fã não está neste post, pode ser que esteja em "Melhores Álbuns", "Melhores Singles" e/ou "Maiores Hits".

Avisos dados, bora ligar a caixinha de som ou pluglar o fone de ouvido e clicar em "leia mais"!



Todrick Hall - Straight Outta Oz:

Numa época em que o visual-album se tornou um formato recorrente na indústria fonográfica, um que deveria chamar mais atenção fora de um nicho específico é Straight Outta Oz, de Todrick Hall. O youtuber e cantor lançou grandioso média-metragem com quê autobiográfico, inspiração em O Mágico de Oz e cheio de empoderamento e participações especiais - como Jordin Sparks, Nicole Scherzinger, Joseph Gordon-Levitt, Alaska Thunderfuck, Kim Chi e Bob The Drag Queen.



Radiohead - Burn The Witch:

Imagina juntar animações em stop-motion no estilo de Wallace & Gromit e Pingu, numa história completamente tensa, envolvendo uma vila cheia de segredos macabros e até alguém sendo queimado vivo. Esse nó na cabeça só poderia vir do Radiohead. "Burn The Witch" foi o primeiro e promissor vislumbre que a banda deu do seu então futuro álbum, A Moon Shaped Pool. Uma bonitinha, mas perturbadora, produção dirigida por Chris Hopewell.



Mark Pritchard feat. Thom Yorke - Beautiful People:

E como tudo que envolve o grupo, direta ou indiretamente, tem um fator catártico, quando o seu vocalista aparece como artista solo, não é diferente. Thom Yorke emprestou a voz à "Beautiful People" do produtor eletrônico britânico Mark Pritchard e a música ganhou um clipe que não poderia ser descrito de outra forma, que não magnífico. O trabalho acompanha um estranho explorador (com a face de Yorke formada por luzes) numa saga por belas e gélidas paisagens.



The Weeknd - False Alarm:

Sem dúvida, o fator mais essencial ao se fazer um clipe é a escolha do diretor. E The Weeknd, que rendeu bastante grana para sua gravadora com os hits do Beauty Behind The Madness, pôde contratar o cineasta russo Ilya Naishuller e contar com um bom orçamento no clipe de "False Alarm", um dos singles de seu novo disco. O resultado grandioso mostra vertiginosas cenas de ação em primeira pessoa, envolvendo o roubo de um banco, um sequestro e muito sangue!



ANOHNI - Drone Bomb Me:

E quando parcerias entre artista e diretores dão certo, pedem para ser repetidas. Nabil já havia dirigido "Cut the World" para ANOHNI, que apareceu em nossa Retrospectiva 2012, e novamente comandou um clipe para a cantora. Também contanto com uma celebridade para estrela-lo - o primeiro tinha Willem Dafoe e Carice van Houten e o novo Naomi Campbell - ANOHNI tece uma poderosa crítica contra as políticas bélicas, sob a emocionante dublagem da topmodel.



James Blake feat. Bon Iver - I Need A Forest Fire:

Quando dois grandes nomes da música alternativa se juntam, as expectativas ultrapassam o quesito sonoro. E eles não decepcionaram. "I Need A Forest Fire" é uma verdadeira obra de arte. No sentido denotativo mesmo. O vídeo, dirigido por Matt Clark e Chris Davenport, mistura uma instalação artística com técnicas como luzes, sombras, sobreposições, projeções e retoques digitais, criando algo tão cheio de texturas e camadas visuais, como a música é, instrumental e vocalmente.



The Chemical Brothers feat. Beck - Wide Open:

Outra parceria grande a ganhar um clipe à altura é a do The Chemical Brothers com o Beck. "Wide Open" aposta na tendência dos videoclipes com dança contemporânea, mas sai completamente do lugar-comum ao incluir incríveis efeitos visuais à receita. O trabalho acompanha uma dançarina que vai se desfazendo, virando uma verdadeira malha viva, conforme realiza os movimentos de uma graciosa coreografia num galpão industrial. Tripofóbicos, estejam avisados!



Beyoncé - Formation:

Além de músicas boas, se tem algo que Beyoncé sabe fazer, é causar impacto. Com seu álbum anterior, lançado em 2013, a cantora movimentou a indústria fonográfica. Já com o clipe "Formation", lançado de surpresa no primeiro sábado de fevereiro, movimentou a sociedade estadunidense. Com críticas à violência policial e exaltação da negritude, recebeu elogios e críticas igualmente acaloradas. E esse foi apenas o primeiro tiro da metralhada chamada Lemonade que viria em seguida.



Mykki Blanco feat. Woodkid - High School Never Ends:

Parece que as parcerias realmente marcaram 2016. A entre o rapper americano e o músico francês ficou com a medalha de prata. O emocionante e shakespeariano videoclipe, acompanha Blanco, membro de uma comunidade LGBTQIA numa cidadezinha rural, vivendo um amor proibido com o integrante de uma gangue neonazista. Embora Woodkid também seja conhecido por ser um ótimo diretor, Matt Lambert ("The Libertine", Patrick Wolf) ficou com tal cargo, dando a crueza que o material precisava.



Coldplay - Up&Up:

Depois do chá de realidade que muitos itens da lista deram, o surrealismo do Coldplay em "Up&Up" serve como uma espécie de alívio ao coração. O impecável clipe, dirigido por Vania Heymann e Gal Muggia, remonta o planeta Terra e a vida humana com proporções e situações completamente surreais. Embora invista na fantasia, o alívio está mais para um "meio copo cheio", pois também possui teor crítico a questões ambientais, bélicas e com relação à xenofobia e abertura de fronteiras.



11. Lazarus - David Bowie
12. Jamie XX - Gosh
13. Major Lazer feat. Nyla & Fuse ODG - Light it Up
14. Frank Ocean - Nikes
15. Yeasayer - I Am Chemistry
16. O Terno - Ai, Ai, Como Eu Me Iludo
17. Fergie - M.I.L.F. $
18. The Lumineers - Sleep On The Floor
19. Red Velvet - Russian Roulette
20. ZHU - In the Morning
quedelicianegente.com